sábado, 27 de outubro de 2012

Saudosa Infância


Oh tu pequena criança que sonhas em ser gente grande: Esqueça esse delírio e aproveite seu presente instante. Saibas que de grande já basta esse lugar injusto, e que aos olhos de um adulto o encanto do mundo se torna obscuro.
Ouça um conselho de quem já cresceu: cultive tua inocência e todos os sonhos que escolheu.
Colha os frutos de sua mágica infância e perceberás que nada é mais feliz que a vida de uma criança.
Não queiras abortar a pureza de sua vida, brinque o dia inteiro, aproveite cada esquina.
Brinque de pique-pega, esconde-esconde ou polícia e ladrão, nada é mais prazeroso que essa emoção.
Quem me dera poder brincar sem me preocupar com a hora, viver minha vida sem ter que dedicá-la a uma mera prova.
Invejo-te pequenino que sabes a dor de ralar os joelhos e vê-los sangrar, queria eu ter tais feridas apenas no corpo, em troca de ver minha alma sarar.
                                                                                                                               - Betina Pilch.
Postar um comentário